aulaISISDG001 - eletronica24h

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Educacional > Cursos > Proteus ISIS
Aula02         Indice de Aulas        Aula02
Curso Proteus ISIS - Dispositivos Digitais
Aula01: Inserindo Portas Lógicas - Probes - Chaves
1. Introdução
      Esta é a terceira parte do trabalho sobre o Proteus-ISIS e é dirigida para o estudo de circuitos digitais, desta forma os instrumentos e componentes aqui descritos são básicos no estudo e simulação de circuitos digitais. Reiterando  mais uma vez que você deve ter conhecimentos mínimos de eletronica digital para que possa compreender este trabalho.  
Um circuito digital opera basicamente com portas lógicas as quais são encontradas  em um circuito integrado (CI). O Proteus - ISIS tem uma biblioteca relativamente grande de circuitos integrados comerciais da família TTL e CMOS.

1.1. Inserindo componentes
      Para inserir um componente o processo é semelhante ao já visto anteriormente para componentes analógicos. Com Component selecionado clique em Selecionar Dispositivos (Pick Devices), letra P.

Quando aparecer a janela Pick Devices insira a palavra gate (porta) em  Keywords, e então é só escolher a categoria e o dispositivo (porta ou CI) que quer inserir na sua lista.


Figura 1 - Janela Pick Devices (Selecionar Dispositivos) mostrando todas as categorias de portas

Se você quiser escolher pelo nome funcional (AND, NAND, etc) selecione  Modelling Primitives, aparecerá uma lista em ordem alfabética da portas.
disponíveis.

Figura 2 - Janela Pick Devices com Modelling Primitives selecionado

Para obter os componentes pelo código do CI como por exemplo, o CI 7400 (TTL - 4 portas NAND de duas entradas) ou CI4017 (CMOS - contador Johnson) escolha  em Category qual deseja. Observe que nesse caso será fornecida a pinagem que é necessária para fazer o layout no ARES.

Os  níveis Lógicos de entrada e saída
   Circuitos lógicos operam com dois níveis de tensão, Nível 1 (5 V se TTL e de 4,5 V a 18 V de CMOS) e Nível 0 (0V), portanto para fornecer os níveis lógicos de entrada podem ser  usadas chaves que liguem as entradas em nível alto ou baixo e para isso pode-se usar a chave  SW-SPDT (1 pólo e duas posições) ou o terminal chamado de Estado Lógico (Logic State), e  como indicadores de nível lógico   a ponta de prova chamada de LogicProbe.

           ( a )                             ( b )                      ( c )
Figura 3 -  Obtendon os niveis logicos e indicador  de nivel logico  ( a ) Chave 1 pólo duas posições SW-SPDT  ( b ) Logic Probe ( c ) Logic State (Estados Logicos)

      A chave SW-SPDT se encontra  em Category (Switches & Relays) e em Sub-Category (Switches).
Atenção!! A chave pode ser aberta ou fechada usando o mouse, clicando na sua parte móvel (somente se Component estiver selecionado), ou clicando nas setas de para cima e para baixo ou dentro do Logic State. Experimente.

A Figura 4 mostra as duas possibilidades de testar um circuito lógico.

       
                          ( a )                                                                ( b )
Figura 4 - Entrando com os níveis lógicos usando ( a ) chaves ( b ) Logic Probe

Exemplo 01: Os circuitos da Figura 4 mostram duas formas de entrar com nível lógico.



Aula02         Indice de Aulas        Aula02
 
Copyright 2015. All rights reserved.
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal