AulaaExpCCpratica007 - eletronica24h

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Educacional > Cursos > Pratica em Eletricidade CC
Aula06         Indice de Aulas      Aula08   
Experiência 07:  Associação Paralelo de Resistores


Objetivos
  • Conhecer o circuito paralelo;
  • Medir a resistência  equivalente de um circuito paralelo;
  • Medir as correntes em um circuito paralelo usando um multímetro digital. Medir a resistência  equivalente de um circuito paralelo;
  • Montar uma instalação elétrica simples com duas lâmpadas e dois interruptores.

 Material  Usado
 1 Multímetro digital
 1 Bateria de 9 V com terminais
 1 Matriz de Pontos
  Resistores: 1kΏ, 2k2 e 3k3
 2 lâmpadas de 12 V
 2 Interruptores
  Fios sólidos: vermelho / verde / azul


Introdução  Teórica
    Associamos resistores em paralelo quando desejamos dividir uma corrente ou  quando desejamos obter um determinado valor de resistência. A Figura 1 mostra um circuito paralelo com três resistências e o circuito equivalente.
Um circuito paralelo é caracterizado por:
  • A tensão nos resistores é a mesma;
  • A corrente total é dividida por entre os resistores da associação: IT=I1+I2+I3;
  • A resistência equivalente é calculada por:


Por exemplo, no circuito da Figura 1a. O seu equivalente calculado usando a   expressão está representado na Figura 1b.


                                      ( a )                                                                               ( b )
Figura 1 - ( a ) associação paralelo de resistencias ( b ) circuito  equivalente

Use o calculador de associação paralela para confirmar o valor do equivalente.

Procedimento Experimental
1. Para o circuito da Figura 1 calcule a resistência equivalente e todas as correntes. Anote os valores calculados na tabela 1.
Tabela 1 -   Valores calculados
RE(kOhms)I(mA)I1I2I3



2. Monte o  circuito da Figura 1 na matriz de pontos, de acordo com a sugestão de layout da  Figura 2b,  meça a resistência total (equivalente) do circuito e anote na tabela 2. Não esqueça de retirar a fonte de alimentação. Obs: Os jumpers  devem ter os  terminais descascados o suficiente de forma a permitir contato com o terminal do  multímetro.
   
                                                ( a )                                                                                   ( b )
Figura 2 - Medida da resistência equivalente  ( a )  circuito  ( b ) sugestão de  layout - Dispositivos fora de escala

3. Retire o multímetro e ligue a  bateria  conforme circuito da Figura 3. Abra o circuito entre o pólo positivo e  o terminal A, e insira o amperímetro na escala de 20 mA. Meça a corrente total  que entra na associação, anote na tabela 2.

                     ( a )                                                                                          ( b )
Figura  3:   Medindo a corrente total da associação paralelo ( a ) circuito ( b )  sugestão de layout -
dispositivos fora de  escala
Tabela 2 -  Valores medidos
RE(kOhms)I(mA)I1I2I3



4. Para medir a corrente em R1,  retire o fio vermelho que liga  1 k à fonte e insira o amperímetro no seu lugar e meça  a corrente I1. Anote  o seu valor na tabela 2.


                            ( a )                                                                            ( b )
Figura 4:    Medindo a corrente em R1 ( a ) circuito ( b ) sugestão de layout na MP-  dispositivos fora de escala

5. Recoloque o  fio vermelho. Retire o fio verde que liga 2k2 à fonte  e no seu lugar coloque o amperímetro conforme  desenho da Figura 5. Meça a corrente  I2 e anote na tabela 2.

       
                    ( a )                                                                                      ( b )
Figura  5:   Medindo a corrente em R2 ( a ) circuito ( b ) sugestão de layout na MP  - dispositivos fora de escala

6. Recoloque o fio verde. Retire o  fio azul  e no seu lugar coloque o amperímetro  conforme desenho da figura 6.  Meça a corrente  I3 e anote na tabela 2.



                                         ( a )                                                                                       ( b )
Figura  6:   Medindo a corrente em R3 ( a ) circuito ( b ) sugestão de layout na MP - dispositivos fora de escala

7.  Agora que  você conhece um circuito paralelo, efetuando  medidas, escreva as suas  conclusões.
8.  Uma das aplicações  para a associação paralelo é uma instalação residencial. O circuito da Figura  8  simula  uma instalação com duas lâmpadas com os respectivos interruptores.


Figura  7: Esquemático – lâmpadas em paralelo

9. Monte  o circuito da Figura 7 na MP de acordo com o layout da Figura 8 e verifique o  seu funcionamento ligando/desligando as lâmpadas.


Figura 8 -  Montagem  da MP do circuito da Figura 7– Instalação elétrica


10. Um circuito muito usado em instalações elétricas  é a ligação paralelo, sendo usada em corredores e escadas. Imagine voce quer  subir a escada e está escuro. O que você faz? Acende a lâmpada, e sobe a escada.  Ao chegar no destino deseja apagar a mesma lâmpada. Como fazer isso? Usando o   circuito da Figura 9.




                                      ( a )                                                                             ( b )
Figura 9:  Circuito paralelo ( a ) lâmpada apagada  ( b ) lâmpada  acesa




Figura 10 -  Animação chave paralela

11. Monte o circuito da Figura 9 na MP de acordo com a sugestão de layout da  Figura 11. Verifique o funcionamento, ligando alternada mente a chave 1 e a  chave 2.


Figura 11 -  ligação paralelo - sugestão de layout - dispositivos fora de escala

12.  Agora  que você conhece  um pouco sobre instalações elétrica, escreva  as suas conclusões.

Bibliografia: Analise de Circuitos em Corrente  Contínua - Rômulo Oliveira Albuquerque Editora Erica
Aula06         Indice de Aulas      Aula08  
 
Copyright 2015. All rights reserved.
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal